domingo, 13 de maio de 2018

Movimento Uniformemente Variado

Também conhecido como movimento acelerado, consiste em um movimento onde há variação de velocidade, ou seja, o móvel sofre aceleração à medida que o tempo passa.
Mas se essa variação de velocidade for sempre igual em intervalos de tempo iguais, então dizemos que este é um Movimento Uniformemente Variado (também chamado de Movimento Uniformemente Acelerado), ou seja, que tem aceleração constante e diferente de zero.
O conceito físico de aceleração, difere um pouco do conceito que se tem no cotidiano. Na física, acelerar significa basicamente mudar de velocidade, tanto tornando-a maior, como também menor. Já no cotidiano, quando pensamos em acelerar algo, estamos nos referindo a um aumento na velocidade.
O conceito formal de aceleração é: a taxa de variação de velocidade numa unidade de tempo, então como unidade teremos:

Aceleração

Assim como para a velocidade, podemos definir uma aceleração média se considerarmos a variação de velocidade em um intervalo de tempo , e esta média será dada pela razão:

Velocidade em função do tempo

No entanto, quando este intervalo de tempo for infinitamente pequeno, ou seja, , tem-se a aceleração instantânea do móvel.
Isolando-se o :
Mas sabemos que:
Então:

5 comentários:

  1. Entretanto, se considerarmos , teremos a função horária da velocidade do Movimento Uniformemente Variado, que descreve a velocidade em função do tempo [v=f(t)]:



    Posição em função do tempo
    A melhor forma de demonstrar esta função é através do diagrama velocidade versus tempo (v x t) no movimento uniformemente variado.



    O deslocamento será dado pela área sob a reta da velocidade, ou seja, a área do trapézio.



    Onde sabemos que:



    logo:







    ou



    Interpretando esta função, podemos dizer que seu gráfico será uma parábola, pois é resultado de uma função do segundo grau.

    ResponderExcluir
  2. Equação de Torricelli

    Até agora, conhecemos duas equações do movimento uniformemente variado, que nos permitem associar velocidade ou deslocamento com o tempo gasto.

    Torna-se prático encontrar uma função na qual seja possível conhecer a velocidade de um móvel sem que o tempo seja conhecido.

    Para isso, usaremos as duas funções horárias que já conhecemos:

    (1)

    (2)

    Isolando-se t em (1):



    Substituindo t em (2) teremos:







    Reduzindo-se a um denominador comum:







    ResponderExcluir
  3. EXERCÍCIOS
    1)Uma bala que se move a uma velocidade escalar de 200m/s, ao penetrar em um bloco de madeira fixo sobre um muro, é desacelerada até parar. Qual o tempo que a bala levou em movimento dentro do bloco, se a distância total percorrida em seu interior foi igual a 10cm?

    OBS:Apesar do problema pedir o tempo que a bala levou, para qualquer uma das funções horárias, precisamos ter a aceleração, para calculá-la usa-se a Equação de Torricelli.

    ResponderExcluir
  4. Dicionário de Física
    Ampère - Unidade prática de medida elétrica correspondente à intensidade de uma corrente elétrica que, com a força eletromotriz de 1 volt, percorre um circuito com a resistência de 1 ohm.

    Capacitância - É a grandeza elétrica de um capacitor, determinada pela quantidade de energia elétrica que pode ser armazenada em si por uma determinada tensão e pela quantidade de corrente alternada que o atravessa numa determinada frequência.

    Imã - Peça de aço magnetizado que tem a propriedade de atrair o ferro e alguns outros metais; magnete. Qualidade daquilo que atrai. Coisa que atrai.

    ResponderExcluir
  5. Dicionário - A

    acelerar: ação de mudar a velocidade de em um movimento.
    acústica: Parte da Física que trata dos sons e dos fenômenos que lhe são relativos. Determinação das relações dos intervalos harmônicos, descobrindo as propriedades das cordas vibrantes.
    adiabata: é o nome dado à curva do diagrama pressão por volume que expressa uma transformação adiabática, ou seja, com quantidade de calor do gás conservada.
    adiabática: Transformação termodinâmica que se realiza sem o corpo ou o sistema perder ou ganhar qualquer quantidade de calor. Curva de coordenadas, selecionadas de modo a representar a pressão e o volume ou a temperatura e a entropia da matéria durante um processo adiabático.

    altitude: Altura na vertical de um lugar acima do nível do mar.
    altura: Distância perpendicular de baixo para cima; profundidade; espessura. 2 Distância entre o ponto mais baixo e o ponto mais alto de alguma coisa ereta.
    ampère: Unidade prática de medida elétrica correspondente à intensidade de uma corrente elétrica que, com a força eletromotriz de 1 volt, percorre um circuito com a resistência de 1 ohm.
    amperímetro: Instrumento para medida da corrente elétrica.
    angstrom: É a medida comumente utilizada para lidar com grandezas da ordem do átomo ou dos espaçamentos entre dois planos cristalinos. 1 Å = 10-10 m
    ângulo: Figura formada por duas semi-retas que partem do mesmo ponto.
    ânion: Íon com carga negativa.
    ano-luz: Unidade de comprimento astronômico: distância percorrida pela luz em um ano. Corresponde aproximadamente a 9,463 x 1012 km.
    aproximação: Cálculo, valor não absolutamente exato, porém o mais próximo possível.
    atmosfera: Esfera gasosa que envolve a Terra, constituída essencialmente de oxigênio e nitrogênio.Unidade de pressão dos gases igual à pressão exercida por uma coluna vertical de mercúrio, de 76 cm de altura e 1 cm2 de base, à temperatura de 0° C, ao nível do mar. 1 atm. = 1,033 kg/cm2.

    atrito: Resistência que um corpo desenvolve quando sobre ele se move outro corpo. Fricção.

    ResponderExcluir